Minha Loja

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Livros da vez...

Já havia começado a ler os dois, e parei para ler algum outro, mas agora, vai... 
Doidas e Santas é leve e divertido, com várias crônicas curtinhas, cada uma melhor que a outra...
Enquanto "A casa dos Budas Ditosos", é totalmente diferente... Trata-se de um depoimento sócio-histórico-lítero-pornô, e deveria se chamar "Memórias de uma Libertina", como descrito no livro... Já dá para imaginar do que se trata... Estou adorando!!!

Terminei de ler e já estou com saudades...


No final de semana terminei de ler "Desculpa se te chamo de Amor". Confesso que ainda dei uma enrolada para concluir a leitura, mas não tinha mais como adiar. O que eu sei é que já estou sentindo muita falta de Alex, Niki e de todo mundo...
 Estou super ansiosa para ler a continuação "Desculpa, quero me casar contigo", e torcendo para que seja tão bom quanto "Desculpa se te chamo de Amor"...

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

Mamãe Micaela e Mini Dolls

 Esta Mamãe com as Filhinhas foram encomendadas por uma Amiga muito especial. 
Espero mesmo que ela tenha gostado e que a pessoa que vai ganhar goste mais ainda...

♥♥♥ ....

Micaela




Foi feita sob a pressão do tempo, mas eu gostei bem do resultado...

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Mude...



Mude
Mas comece devagar, 
porque a direção é mais importante 
que a velocidade. 
Sente-se em outra cadeira, 
no outro lado da mesa. 
Mais tarde, mude de mesa. 
Quando sair, 
procure andar pelo outro lado da rua. 
Depois, mude de caminho, 
ande por outras ruas, 
calmamente, 
observando com atenção 
os lugares por onde 
você passa. 
Tome outros ônibus. 
Mude por uns tempos o estilo das roupas. 
Dê os teus sapatos velhos. 
Procure andar descalço alguns dias. 
Tire uma tarde inteira 
para passear livremente na praia, 
ou no parque, 
e ouvir o canto dos passarinhos. 
Veja o mundo de outras perspectivas. 
Abra e feche as gavetas 
e portas com a mão esquerda. 
Durma no outro lado da cama. 
Depois, procure dormir em outras camas. 
Assista a outros programas de tv, 
compre outros jornais, 
leia outros livros, 
Viva outros romances! 
Não faça do hábito um estilo de vida. 
Ame a novidade. 
Durma mais tarde. 
Durma mais cedo. 
Aprenda uma palavra nova por dia 
numa outra língua. 
Corrija a postura. 
Coma um pouco menos, 
escolha comidas diferentes, 
novos temperos, novas cores, 
novas delícias. 
Tente o novo todo dia. 
o novo lado, 
o novo método, 
o novo sabor, 
o novo jeito, 
o novo prazer, 
o novo amor. 
a nova vida. 
Tente. 
Busque novos amigos. 
Tente novos amores. 
Faça novas relações. 
Almoce em outros locais, 
vá a outros restaurantes, 
tome outro tipo de bebida 
compre pão em outra padaria. 
Almoce mais cedo, 
jante mais tarde ou vice-versa. 
Escolha outro mercado, 
outra marca de sabonete, 
outro creme dental. 
Tome banho em novos horários. 
Use canetas de outras cores. 
Vá passear em outros lugares. 
Ame muito, 
cada vez mais, 
de modos diferentes. 
Troque de bolsa, 
de carteira, 
de malas. 
Troque de carro. 
Compre novos óculos, 
ecscreva outras poesias. 
Jogue os velhos relógios, 
quebre delicadamente 
esses horrorosos despertadores. 
Abra conta em outro banco. 
Vá a outros cinemas, 
outros cabeleireiros, 
outros teatros, 
visite novos museus. 
Mude. 
Lembre-se de que a Vida é uma só. 
Arrume um outro emprego, 
uma nova ocupação, 
um trabalho mais light, 
mais prazeroso, 
mais digno, 
mais humano. 

Se você não encontrar razões para ser livre, 
invente-as. 

Seja criativo. 
E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa, 
longa, se possível sem destino. 
Experimente coisas novas. 
Troque novamente. 
Mude, de novo. 
Experimente outra vez. 
Você certamente conhecerá coisas melhores 
e coisas piores, 
mas não é isso o que importa. 
O mais importante é a mudança, 
o movimento, 
o dinamismo, 
a energia. 
Só o que está morto não muda!"

Edson Marques

Minhas aspas



Sempre conservei uma aspa à esquerda e à direita de mim” 
Clarice Lispector... 
E eu...(Rsrs)


Desde o dia em que li esta frase da Clarice Lispector, decidi que precisava urgentemente me colocar "entre aspas" ... 
Na verdade, acho que todo mundo conserva realmente uma aspa  invisível à esquerda e à direita... Mas, como eu sou muito decidida, discreta e também muito direta, decidi mostrar as minhas aspas para o Mundo!!! Adorei o resultado!!!
E, como eu  não  gosto de   número  ímpar  (A Louca Assumida!!!Rsrs), aproveitei e  além   desta, fiz outra, que eu também amei o resultado!!!
 Depois eu posto foto aqui no Blog...

  


terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Craft Room

craft room picture by countrykitty
craft room picture, a photo by countrykitty on Flickr.

Amo!!!

FERNANDA MELLO: Para ler: Do incrível Rubem Alves: “ O Retorno...

FERNANDA MELLO:

Para ler:
Do incrível Rubem Alves: “ O Retorno...
: Para ler: Do incrível Rubem Alves: “ O Retorno e Terno”. Lá está escrito, entre tantas frases lindas: “Tudo o mais no casamento é trans...

Coisas di Pano.. Indicado no Fernandicas, de Fernanda Mello!!!

FERNANDA MELLO:


Para ler: 
Do incrível Rubem Alves: “ O Retorno e Terno”. Lá está escrito, entre tantas frases lindas: “Tudo o mais no casamento é transitório, mas as relações que desafiam o tempo são aquelas construídas sobre a arte de conversar". Perfeito! 

Para ouvir: 
AMO! Nando Reis, na voz da perfeita Cássia Eller: http://www.youtube.com/watch?v=jOowmbyhZnk

Para usar a cor certa na virada do ano: 
Se você (como eu) também adora um ritual de ano novo, é bom saber qual o significado das cores que você vai vestir, para atrair o que deseja em 2012: Significado das cores para o reveillon 2012.

Para ficar mais saudável (e em forma): 
Quer receitas com açúcar mascavo ligth da Nutricêutica? Acessehttp://nutriceutica.com.br/receitas-acucar-mascavo?___store=default .

Para curar a ressaca: 
Muitas festas nesse final de ano? Para aliviar a ressaca, vai uma receita de suco super gostoso e desintoxicante: 1 maça média descascada, meia cenoura descascada, 1 talo pequeno de aipo, suco de uma laranja. Para preparar, só picar a maça, a cenoura e o aipo e bater tudo no liquidificador com suco de laranja ou água de coco. 

Para refletir: 
“O que é seu encontrará um caminho para chegar até você”. (ditado chinês) 

Dicas de leitores:
Blog fofo da Fernanda Tavares Rocha: Coisas di Pano.


Para anotar no caderninho:
“O pior dos problemas da gente é que ninguém tem nada com isso”. (Mário Quintana).




Corações... Eles já estão enfeitando a árvores de Natal...





 "... Uma das coisas que aprendi é que se deve viver apesar de. Apesar de, se deve comer. Apesar de, se deve amar. Apesar de, se deve morrer. Inclusive muitas vezes é o próprio apesar de que nos empurra para a frente. Foi o apesar de que me deu uma angústia que insatisfeita foi a criadora de minha própria vida. Foi apesar de que parei na rua e fiquei olhando para você enquanto você esperava um táxi. E desde logo desejando você, esse teu corpo que nem sequer é bonito, mas é o corpo que eu quero. Mas quero inteira, com a alma também. Por isso, não faz mal que você não venha, espararei quanto tempo for preciso..."
 Clarice Lispector



Anjinha Juju Rosa




Um pouco de Clarice Lispector, para Anjinha Juju...

"Renda-se, como eu me rendi. Mergulhe no que você não conhece como eu mergulhei. Não se preocupe em entender, viver ultrapassa qualquer entendimento."

Anjinha Juju Azul e Clarice Lispector...



Ela é Linda... Com uma "pitada" de Clarice Lispector, fica mais Linda ainda...



"Já escondi um AMOR com medo de perdê-lo, já perdi um AMOR por escondê-lo. 
Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos. 
Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso. 
Já passei noites chorando até pegar no sono, já fui dormir tão feliz, ao ponto de nem conseguir fechar os olhos.
Já acreditei em amores perfeitos, já descobri que eles não existem.
Já amei pessoas que me decepcionaram, já decepcionei pessoas que me amaram.
Já passei horas na frente do espelho tentando descobrir quem sou, já tive tanta certeza de mim, ao ponto de querer sumir.
Já menti e me arrependi depois, já falei a verdade e também me arrependi.
Já fingi não dar importância às pessoas que amava, para mais tarde chorar quieta em meu canto.
Já sorri chorando lágrimas de tristeza, já chorei de tanto rir.
Já acreditei em pessoas que não valiam a pena, já deixei de acreditar nas que realmente valiam.
Já tive crises de riso quando não podia.
Já quebrei pratos, copos e vasos, de raiva.
Já senti muita falta de alguém, mas nunca lhe disse.
Já gritei quando deveria calar, já calei quando deveria gritar.
Muitas vezes deixei de falar o que penso para agradar uns, outras vezes falei o que não pensava para magoar outros.
Já fingi ser o que não sou para agradar uns, já fingi ser o que não sou para desagradar outros.
Já contei piadas e mais piadas sem graça, apenas para ver um amigo feliz.
Já inventei histórias com final feliz para dar esperança a quem precisava.
Já sonhei demais, ao ponto de confundir com a realidade... Já tive medo do escuro, hoje no escuro "me acho, me agacho, fico ali".
Já cai inúmeras vezes achando que não iria me reerguer, já me reergui inúmeras vezes achando que não cairia mais.
Já liguei para quem não queria apenas para não ligar para quem realmente queria.
Já corri atrás de um carro, por ele levar embora, quem eu amava.
Já chamei pela mamãe no meio da noite fugindo de um pesadelo. Mas ela não apareceu e foi um pesadelo maior ainda.
Já chamei pessoas próximas de "amigo" e descobri que não eram... Algumas pessoas nunca precisei chamar de nada e sempre foram e serão especiais para mim.
Não me dêem fórmulas certas, porque eu não espero acertar sempre.
Não me mostre o que esperam de mim, porque vou seguir meu coração!
Não me façam ser o que não sou, não me convidem a ser igual, porque sinceramente sou diferente!
Não sei amar pela metade, não sei viver de mentiras, não sei voar com os pés no chão.
Sou sempre eu mesma, mas com certeza não serei a mesma pra SEMPRE! 
Gosto dos venenos mais lentos, das bebidas mais amargas, das drogas mais poderosas, das idéias mais insanas, dos pensamentos mais complexos, dos sentimentos mais fortes.
Tenho um apetite voraz e os delírios mais loucos. 
Você pode até me empurrar de um penhasco q eu vou dizer: 
- E daí? EU ADORO VOAR!"

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Anjinha Juju Azul

Posted by Picasa
Juju e seus Gatinhos...

Gatil reunido...

"Não tenho tempo pra mais nada, ser feliz me consome muito..."
Clarice Lispector

Gatinhos azuis...

Posted by Picasa

Gatinhos...

Posted by Picasa

Eles são fofos demais!!!
São super práticos, pois podem ser tanto chaveiros, como sachês, ou ainda podem ser usados como penduricalhos para dar um charme às portas, janelas e afins...Rsrs
Eu adoro...
Amanhã, ou daqui a pouco... Eles estarão na Loja do Atelier Coisas di Pano, no site: www.elo7.com.br/coisasdipano

Anjinhas...


Anjinha Juju Rosa e Anjinha Juju Azul... Elas apareceram em uma edição da Revista Make... Quanto orgulho das minhas Anjinhas!!! Rsrs
Posted by Picasa

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Esse era o texto que eu estava procurando para Hoje!!!

 Fantasmas do Passado

É sempre assim. Quando passava algum tempo, quando ela fingia que não se lembrava dele, ele cismava em aparecer.
Ela já estava quase acostumada a viver sem ele em seus pensamentos... Já não era nele que pensava enquanto rolava de um lado para o outro sem conseguir dormir. Já não era ele a primeira imagem que vinha à sua mente quando acordava.
Estava se curando, sim, ela sabia. Não que ela tivesse deixado de pensar nele, mas isso acontecia com bem menos frequência. A imagem dele já não estava tão nítida como antes. Pensar nele dóia um pouco ainda, mas não fazia surgirem lágrimas em seus olhos. Apenas um aperto leve no coração, que ela já nem ligava.
Sim, estava passando. Se sentia feliz por estar conseguindo!
Como a pobre menina odeia esses fantasmas do passado! Fantasmas sim, pois ela já o considerava morto dentro dela... Mas ele tinha que vir assombrá-la?! Justo agora?!
Coitada dela, quase se rendeu. Mas lembrou, que todo amor que tinha depositado nesse fantasma, virou amor próprio.

sábado, 3 de dezembro de 2011

A Vida (Florbela Espanca)



A VIDA 
  
É vão o amor, o ódio, ou o desdém; 
Inútil o desejo e o sentimento...  
Lançar um grande amor aos pés de alguém 
O mesmo é que lançar flores ao vento!  
  
Todos somos no mundo «Pedro Sem», 
Uma alegria é feita dum tormento, 
Um riso é sempre o eco dum lamento, 
Sabe-se lá um beijo de onde vem!  
  
A mais nobre ilusão morre... desfaz-se...  
Uma saudade morta em nós renasce 
Que no mesmo momento é já perdida...  
Amar-te a vida inteira eu não podia.  
A gente esquece sempre o bem de um dia.  
Que queres, meu Amor, se é isto a vida!  

(Florbela Espanca)

Esquecimento (Florbela Espanca)




ESQUECIMENTO  
  
Esse de quem eu era e que era meu,  
Que foi um sonho e foi realidade  
Que me vestiu a alma de saudade,  
Para sempre de mim desapar’ceu.  
  
Tudo em redor então escureceu,  
E foi longínqua toda a claridade!  
Ceguei,... tacteio sombras... Que ansiedade!  
Apalpo cinzas porque tudo ardeu!  
  
Descem em mim poentes de Novembro.  
A sombra dos meus olhos, a escurecer...  
Veste de roxo e negro os crisântemos...  
E desse que era meu já me não lembro...  
Ah, a doce agonia de esquecer  
A lembrar doidamente o que esquecemos!  

Florbela Espanca

AMAR!!! (Florbela Espanca)

AMAR!  

  
Eu quero amar, amar perdidamente!  
Amar só por amar: aqui... além...  
Mais Este e Aquele, ou Outro e toda a gente...  
Amar! Amar! E não amar ninguém!  
  
Recordar? Esquecer? Indiferente! ...  
Prender ou desprender? É mal? É bem? 
Quem disser que se pode amar alguém 
Durante a vida inteira é porque mente!  
  
Há uma Primavera em cada vida: 
É preciso cantá-la assim florida, 
Pois se Deus nos deu voz, foi para cantar!  
E se um dia hei-de ser pó, cinza e nada 
Que seja a minha noite uma alvorada, 
Que me saiba perder... pra me encontrar...  

Florbela Espanca






" (...) E eu vou... Com o coração na mochila, o lápis borrado, o sorriso e a dúvida, a coragem e o medo, mas vou... 
Não digo: "estou indo", não digo: "daqui a pouco", nada tem hora a não ser agora. 
Existe aí algum remedinho para não-sentir? Existe alguma terapia, acupuntura, pedras, cores e aromas para me calar a alma e deixar mudo o pensamento? Quer saber? Existe. Existe e eu preciso. Preciso e não quero."

(Fernanda Mello)



Ficar parada é que não dá... É contra os meus princípios!!! Rsrs